Carregando...

Cidades

Imagem: Divulgação / Prefeitura de Betim

Betim decreta fechamento de atividades não essenciais devido às chuvas que atingem o Estado

Medida foi tomada pelo prefeito Vittorio Medioli e deve valer até a próxima terça-feira (11)

Por Victor Duarte

Começa a valer, a partir deste domingo (9), um decreto, assinado pelo prefeito de Betim, Vittorio Medioli, que suspende as atividades não essenciais na cidade. A medida vai valer até a próxima terça-feira (11). 

O prefeito justificou, no texto do decreto, que as fortes chuvas que atingem a cidade e Região Metropolitana, causaram transtornos como destruição de estradas e bueiros, o que têm provocado alagamentos, colocando a população em risco.

Mediolli chegou a pedir, durante uma live realizada nas redes sociais, que as pessoas ficassem em casa. Ele disse ainda que o prazo do decreto pode ser estendido a partir de novas previsões do tempo e que uma nova avaliação será feita na segunda-feira (10). O chefe do executivo da cidade anunciou ainda que vai aumentar o valor do aluguel social, de R$450 para R$600.

Confira algumas atividades permitidas:

  • Agências bancárias, casa lotéricas e similares;
  • Supermercados, hipermercados e afins;
  • Postos de combustíveis e distribuidoras
  • Restaurantes em pontos ou postos de paradas nas rodovias
  • Atividades do agronegócio
  • Indústrias e transporte coletivo e de carga
  • Farmácias e drogarias
  • Laboratórios, clínicas (inclusive veterinárias), hospitais e serviços de saúde
  • Lojas e depósitos de material de construção e produtos de limpeza
  • Taxi, moto-táxi, serviços de entrega e transporte urbano
  • Agência dos Correios, Receita Federal e Unidades do UAI
  • Igrejas, sinagogas, mesquitas e templos. 
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais