Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. BH amplia número de escolas para vacinação de crianças contra a Covid-19
Imagem: José Cruz / Agência Brasil

BH amplia número de escolas para vacinação de crianças contra a Covid-19

A partir desta quinta-feira, crianças de 11 anos, sem comorbidade, poderão receber as doses


Por João Henrique do Vale

A Prefeitura de Belo Horizonte vai triplicar o número de escolas que irão receber as crianças para a vacinação contra a Covid-19. A partir desta quinta-feira, serão 27 instituições de ensino utilizadas para a ação, não mais nove. As unidades já irão receber as crianças de 11 anos, sem comorbidades, nascidas de janeiro a junho de 2010, para a imunização. 

O horário de funcionamento dos locais é das 9h às 17h e os endereços podem ser verificados no portal da Prefeitura.

Nos locais também será feita a repescagem para as crianças de 5 a 11 anos, com comorbidades, deficiência permanente, indígenas ou quilombolas. Já a imunização das crianças acamadas ou com mobilidade reduzida segue sendo feita por equipes volantes da SMSA.

Veja o cronograma da vacinação  

Dia 20/01, quinta-feira: - primeira dose para crianças sem comorbidades nascidas de janeiro a junho de 2010 e que ainda tenham 11 anos na data da vacinação. É necessário levar documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina;

- repescagem de primeira dose para crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação. É necessário levar documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e da comorbidade além do cartão de vacina;

Dia 21/01, sexta-feira: - repescagem de primeira dose para crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação, e crianças sem comorbidades nascidas de janeiro a junho de 2010 e que ainda tenham 11 anos na data da vacinação. É necessário levar documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de residência em Belo Horizonte.

Para se vacinar, as crianças com ou sem comorbidades devem estar acompanhadas de pais ou responsáveis e apresentar documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina.

Caso o acompanhamento seja por terceiros, haverá a necessidade de apresentar o termo de autorização de para vacinação, disponibilizado no portal da Prefeitura, devidamente preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis.


Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais