Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. BH começa a vacinar na quinta crianças de 11 anos sem comorbidades contra a Covid-19
Imagem: Gil Leonardi / Imprensa MG

BH começa a vacinar na quinta crianças de 11 anos sem comorbidades contra a Covid-19

A convocação de novos grupos acontece com a chegada de mais doses de vacinas na capital mineira


Por João Henrique do Vale

As crianças de 11 anos sem comorbidades vão poder começar a receber a vacina contra a Covid-19 a partir de quinta-feira em Belo Horizonte. A prefeitura fez a convocação do novo grupo após a chegada de, aproximadamente, 10,5 mil doses de vacinas. Os imunizantes foram entregues pelo Ministério da Saúde, e repassados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG)

Vão poder receber a dose na quinta-feira as crianças nascidas de janeiro a junho de 2010. As aplicações continuarão sendo feitas em escolas da capital. Os horários de imunização nas escolas é das 9h às 17h.

Para se vacinar, as crianças sem comorbidades devem estar acompanhadas de pais ou responsáveis e apresentar documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina. Caso o acompanhamento seja por terceiros, haverá a necessidade de apresentar o termo de autorização, disponibilizado no portal da Prefeitura, devidamente preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis.

As ações de repescagem para crianças com comorbidades, deficiência permanente, indígenas ou quilombolas continuarão sendo realizadas nas escolas. Já a imunização das crianças acamadas ou com mobilidade reduzida segue em andamento ao longo da semana e está sendo feita por equipes volantes da Secretaria Municipal de Saúde.

Veja a programação da semana

Dia 19/01, quarta-feira: - dose de reforço para pessoas de 53 e 51 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;

- repescagem de primeira dose para crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação. É necessário levar documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de residência em Belo Horizonte e da comorbidade. A aplicação das vacinas será feita em escolas;

Dia 20/01, quinta-feira: - primeira dose para crianças sem comorbidades nascidas de janeiro a junho de 2010 e que ainda tenham 11 anos na data da vacinação. É necessário levar documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina. A aplicação das vacinas será feita em escolas;

- dose de reforço para pessoas de 49 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF; 

- dose de reforço para pessoas de 19 anos, vacinadas com a CoronaVac, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF; 

Dia 21/01, sexta-feira: - dose de reforço para pessoas de 18 anos, vacinadas com a CoronaVac, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF; 

- repescagem de dose de reforço para grupos prioritários e faixas etárias já convocados, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF.

- repescagem de primeira dose para crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação, e crianças sem comorbidades nascidas de janeiro a junho de 2010 e que ainda tenham 11 anos na data da vacinação. É necessário levar documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de residência em Belo Horizonte e da comorbidade. A aplicação das vacinas será feita em escolas.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais