Carregando...

Cidades

Imagem: Leo Fontes / Rede 98

BHTrans descarta reajuste de passagens e aciona justiça contra grevistas de ônibus

Afirmação foi dada pelo presidente da BHTrans, Diogo Prosdoscimi, em meio a paralisação da categoria

Por Lucas Rage

A BHTrans descartou a possibilidade de reajuste de passagens dos ônibus de Belo Horizonte como resposta à paralisação de funcionários do transporte coletivo, que acontece na manhã desta segunda-feira (22).

Afirmação partiu do presidente da entidade, Diogo Prosdoscimi, em coletiva à imprensa. “[O reajuste] virou uma questão que será dialogada na Justiça, e vai acabar virando uma determinação judicial. Não estamos levantando nenhuma possibilidade, até porque o reajuste é discutido somente ao final do ano”.

Prosdoscimi afirmou ainda que equipe jurídica da Prefeitura de Belo Horizonte vai acionar a Justiça, as empresas e os trabalhadores para que a escala mínima de 60% das viagens seja cumprida — o que não vem ocorrendo.

“As estações Diamante e Barreiro são as que têm maior problema. Nenhuma das estações cumpriu o mínimo determinado pela justiça, de 60%. Tão logo terminar a coletiva vamos reunir a equipe jurídica da prefeitura para já notificar as empresas e os trabalhadores para que eles cumpram essa decisão judicial, visto que se trata de um serviço essencial”, afirmou.

Ainda segundo ele, a Prefeitura não vai participar das negociações entre empresas e trabalhadores, que se reúnem na tarde desta segunda-feira em uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). “A negociação entre trabalhadores e o sindicato e as empresas é uma questão entre as duas partes”, afirmou Prosdoscimi. 

A BHtrans monitora a situação das estações de ônibus da capital, com atualizações de hora em hora no twitter oficial da empresa.


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais