Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Brasil pode flexibilizar uso de máscaras em aeroportos e aviões
Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Brasil pode flexibilizar uso de máscaras em aeroportos e aviões

Diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reúne nesta quinta-feira para analisar as medidas


Por João Henrique do Vale

O fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em aeroportos e aeronaves do Brasil está próximo. A Diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reúne nesta quinta-feira para analisar as medidas de restrição que ainda persistem nos terminais e aviões em face à pandemia de Covid-19

O tema é uma das quatro pautas da 7ª e 8ª reunião ordinária pública do órgão. A primeira delas está marcada para começar às 10h, e a segunda, às 14h. 

Os diretores vão discutir a “modificação da norma que trata das medidas a serem adotadas em aeroportos e aeronaves em virtude da situação de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional decorrente do surto do novo coronavírus”.

Nessa quarta-feira, a Agência Europeia para a Segurança da Aviação e o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças informaram que, a partir da próxima segunda-feira, deixam de recomendar máscaras obrigatórias em aeroportos e voos.

A atualização do protocolo deve-se aos últimos números da pandemia, particularmente aos níveis de vacinação, à imunidade adquirida naturalmente e à suspensão das restrições em países europeus. Mesmo assim, as regras relativas às máscaras continuarão a variar por companhia aérea depois dessa data. 

No aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, as máscaras deixaram de ser obrigatórias em 22 de abril. O uso do equipamento só é obrigatório na sala de embarque e nas aeronaves. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais