Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. CDL/BH questiona aumento da passagem fora do índice inflacionário
Imagem: PBH / Divulgação

CDL/BH questiona aumento da passagem fora do índice inflacionário

Entidade solicita à Prefeitura de BH explicações e teme impacto negativo no comércio e prestação de serviços


Por Déborah Lima

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) solicitou à prefeitura nesta quarta-feira (6) informações que esclareçam o possível aumento da tarifa do transporte coletivo na capital.

A possibilidade é que, nas próximas semanas, a tarifa passe de R$ 4,50 para R$ 5,85 – um aumento de 30%.

“Nos últimos cinco anos, entre 2017 e 2021, a inflação acumulada no período foi de 22,07%, ou seja, se houvesse um aumento de acordo com o índice inflacionário, a tarifa seria de R$ 4,95. Caso haja um aumento de 30%, teríamos, em cinco anos, o valor da tarifa aumentando de R$ 4,05 para R$ 5,85, o que significa 44,4%, mais que o dobro da inflação, afirma o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. 

Em documento enviado ao Município, o dirigente alerta ainda para o impacto que o reajuste pode causar ao setor de comércio e serviços, além de prejudicar o processo de recuperação econômica.

“Um reajuste de 30% na tarifa do transporte coletivo, neste momento, é um tiro certeiro na pretensão de quem está lutando para sobreviver e voltar a gerar emprego e renda em nossa capital”, enfatiza.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais