Carregando...

Cidades

Imagem:

Chega a dois o número de mortes após queda de pedras em lanchas em Capitólio

Mais de 20 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para hospitais da região

Por João Henrique do Vale

A queda de parte de um cânion sobre lanchas em Capitólio,  na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, provocou ao menos duas mortes.  A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros na tarde deste sábado.  Pelo menos 34 pessoas ficaram feridas. 

De acordo com o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, três lanchas foram atingidas. “Já detectamos que três embarcações foram atingidas, mas esse número pode aumentar, pois tinha uma quantidade muito grande naquele momento.  Das três,  duas afundaram”, comentou. 

Os corpos de dois homens já foram encontrados.  Outras pessoas foram socorridas e encaminhadas para hospitais da região. “Temos 23 vítimas atendidas e liberadas na Santa Casa de Capitólio. Duas pessoas atendidas na Sabta Casa de Piumhi com fraturas expostas. Três vítimas foram para a  Santa Cass de Passos e quatro em São José da Barra”,  comentou. 

Segundo Aihara,  eles foram acionados no início da tarde. “Acionado por volta de 12h por funcionários que trabalham próximo a ponte do Turvo.  Segundo eles,  aconteceu uma cabeça D’água na região dos cânions que provocou rolamento de pedras e estruturas rochosas que atingiram lanchas e turistas que estavam embarcados”, contou.

Uma grande operação foi montada com militares de diferentes batalhões.  Ao menos,  40 militares dos bombeiros estão no local.  Eles contam com auxílio da Marinha. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais