Carregando...

Cidades

Imagem: Reprodução / Redes sociais

Chuvas em Minas: Corpo de Bombeiros atendem 57 ocorrências em 24h

Belo Horizonte foi uma das cidades mais atingidas pelo temporal. Somente na Região Leste da cidade, choveu mais do que o esperado para todo o mês

Por João Henrique do Vale

O temporal que atingiu várias cidades mineiras provocou prejuízos, deixou desalojados e assustou os moradores. O Corpo de Bombeiros atendeu, em 24 horas, quase 60 ocorrências relacionadas à chuva em diferentes municípios. Belo Horizonte foi uma das mais atingidas. A capital mineira registrou, deslizamentos, alagamentos e inundações. 

De acordo com os bombeiros, de 6h de segunda-feira até às 6h desta terça-feira, 57 chamadas foram registradas. As ocorrências foram para vistorias em risco de alagamento, enxurradas e deslizamento. Também houve o empenho dos militares em ocorrências relacionadas a árvores caídas em via pública e salvamento de pessoas ilhadas. 

Na capital mineira, vários chamados foram registrados. Carros ficaram ilhados em enxurradas e alguns chegaram a ser arrastados. A Defesa Civil fechou várias vias da cidade por causa do risco de inundação. Problemas estruturais foram identificados em dois hospitais da cidade. 

No interior de Minas, ocorrências também foram registradas. Em Ouro Preto, na Região Central do estado, inundações deixaram moradores desabrigados. 

Chuva acima da média 

O temporal em Belo Horizonte foi acima da média em diferentes regiões. A situação mais crítica foi na Região Leste da capital. Segundo a Defesa Civil, em sete horas e meia, choveu 141,8 milímetros (mm), o equivalente a 135,4% da média histórica, que é de 104,7 mm. 

Nas regiões Nordeste e Oeste, choveu 82,2 mm, na Noroeste, 78,6 mm, Pampulha, 71,2 mm, Centro-Sul, 68,6 mm, Norte, 61,8 mm, Barreiro, 54,4 mm, e Venda Nova, 35,4 mm. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais