Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Cidades mineiras com vacinação avançada podem desobrigar máscaras em locais fechados, anuncia Zema
Imagem: Leo Fontes/Rede 98

Cidades mineiras com vacinação avançada podem desobrigar máscaras em locais fechados, anuncia Zema

Critérios exigem que município tenha ao menos 70% da população com dose de reforço da vacinação contra COVID-19


Por Déborah Lima

As máscaras podem ser descartadas de vez em Minas Gerais. O governador do estado, Romeu Zema (Novo) anunciou que as cidades com 80% dos vacinados com segunda dose e 70% com reforço poderão também desobrigar uso do acessório em locais fechados.

A liberação de máscaras para locais abertos já começou a valer desde sábado (12).

“Com o avanço da maior operação de vacinação da história de Minas, a partir de hoje, o uso de máscara em locais abertos não será mais obrigatório em nosso Estado. Cidades que tiverem 80% de vacinados com 2ª dose e 70% com reforço, poderão também desobrigar uso em locais fechados”, escreveu Zema em suas redes sociais.

Os municípios têm autonomia para decidir se vão aderir ou não à decisão do governo.

Belo Horizonte

A capital mineira flexibilizou a medida antes mesmo da decisão estadual. Desde 4 de março que o item passou a ser opcional em locais abertos, ventilados e sem aglomeração.

Caso BH opte por seguir os critérios da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), ainda pode demorar a liberar as máscaras em locais fechados. Isso porque, segundo os últimos dados da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), a cidade tem cobertura vacinal com duas doses ou dose única em 83,6%, mas a dose de reforço só alcançou, até o momento, 40,9% da população belo-horizontina.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais