Carregando...

Cidades

Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Com previsão de mais chuva, BH entra em alerta para deslizamentos

O tempo deve ficar instável na capital mineira até a próxima sexta-feira

Por João Henrique do Vale

A instabilidade no tempo em Belo Horizonte liga o alerta das autoridades para o risco de deslizamentos. A previsão é de chuva até, no mínimo, a próxima sexta-feira. Com o solo encharcado, aumenta a possibilidade de quedas de muro, e desabamentos. Em novembro, oito das nove regionais da cidade receberam precipitações acima da média histórica. Nas últimas 24 horas, 41 chamados para vistorias foram recebidos pela Defesa Civil

Os moradores devem ficar atentos a alguns sinais que podem indicar deslizamentos e desabamentos, como: trincas nas paredes, água empoçando no quintal, portas e janelas emperrando, rachaduras no solo, água minando da base do barranco e inclinação de árvores e postes. 

 A Defesa Civil recomenda que os moradores coloquem calhas no telhado das casas, consertem vazamentos em reservatórios e caixas-d'água, não joguem lixo ou entulho na encosta e não despejem esgoto nos barrancos.

Novembro chuvoso 

Belo Horizonte teve um novembro chuvoso. Oito das nove regionais receberam mais de 239,8 milímetros de precipitação, valor da média histórica. Nos últimos 30 dias, a Região Oeste foi a mais atingida pela chuva, com 324,8 milímetros (mm). Seguida do Barreiro, com 307,2 mm, Nordeste, com 291,8 mm, Centro-Sul, com 288,9 mm, Leste, com 283,4 mm, Pampulha, com 283 mm, e Noroeste, com 257,8 mm. Somente a Região Norte ficou abaixo da média histórica, com acumulado de 291,8 mm. 

A chuva que atingiu a capital mineira nas últimas 24 horas provocou estragos. A Defesa Civil recebeu 41 solicitações de vistorias de risco. A maioria dos atendimentos aconteceram em imóveis particulares nas regionais Noroeste, Venda Nova e Leste.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais