Carregando...

Cidades

Imagem: Cemig / Divulgação

Comportas da Usina de Três de Marias serão abertas a partir desta quarta-feira

De acordo com a Cemig, a medida será tomada devido ao aumento de afluentes na bacia do Rio São Francisco

Por João Henrique do Vale

O volume de chuva em Minas Gerais vem aumentando o nível de diversos mananciais. Na Bacia do Rio São Francisco não é diferente. Devido às vazões elevadas de alguns afluentes, como rios Pará, Paraopeba e das Velhas, a Cemig vai abrir as comportas da Usina Hidrelétrica de Três Marias, na Região Central. A medida começa nesta quarta-feira. 

De acordo com a Cemig, responsável pelo reservatório, o aumento das vazões nos afluentes que alimentam a usina de Três Marias provocou um aumento expressivo no armazenamento em um curto período. “As afluências (vazões que entram) ao reservatório no dia de ontem (10/01), atingiram patamares superiores a 5.000 m³/s, com a perspectiva de atingirem 8.000 m³/s já na próxima quarta-feira. Ainda no dia de ontem (segunda-feira), a vazão liberada na usina foi ampliada para 850 m³/s, pela maximização da geração de energia na usina”, explicou a Companhia.  

A Cemig afirma que com o aumento do Rio Abaeté as ilhas fluviais ao longo do município de Pirapora tiveram que ser evacuadas. “O momento do vertimento da UHE Três Marias aproveita o cenário de queda das vazões desse importante afluente que deságua após a barragem, visando não agravar uma situação que já se iniciava no trecho”, informou. 

Além do rio Abaeté, o rio São Francisco ainda recebe contribuintes significativos ao longo de seu curso, como rio Urucuia, rio das Velhas e o rio Paracatu. “Tais afluentes já vem vivenciando grandes efeitos face ao evento chuvoso adverso, produzindo inundações nos municípios de São Romão, São Francisco e Januária. “Entretanto, dado o montante necessário a ser liberado pelo reservatório, é provável que os níveis nessas cidades que apresentaram queda na segunda-feira (10/01), voltem a subir ao longo do início da semana seguinte, considerando o tempo de viagem da água”, alertou a Cemig. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais