Carregando...

Cidades

Imagem: Duane Cartaxo / Rádio 98

Consultoria alemã é julgada na Alemanha por rompimento de barragem em Brumadinho

A empresa Tüv Süd é acusada de falsificar documentos que certificaram a segurança da barragem

Por João Henrique do Vale

Teve início, na manhã desta terça-feira, o julgamento da empresa Tüv Süd, pelo rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Grande BH, que matou 270 pessoas. A sessão é realizada na Alemanha e é acompanhada por moradores atingidos e por membros da prefeitura da cidade. 

A consultoria alemã é acusada de falsificar documentos que certificaram a segurança da barragem. Advogados que representam Brumadinho e aproximadamente 1,2 mil famílias atingidas pelo rompimento querem indenizações por danos morais. 

O prefeito Nenen da Asa (PV) participa do julgamento. Ele espera a condenação da empresa. “Eles continuam fugindo de suas responsabilidades em ajudar a reconstruir o nosso município. Se a Tüv Süd está disposta a falar sobre reparação, estamos dispostos a ouvir. Caso contrário, o povo de Brumadinho tem plena confiança na justiça alemã", disse. 

O julgamento começou às 9h30 da manhã no horário local (4h40 horário de Brasília) sem previsão de terminar. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais