Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Covid-19: BH segue vacinação de crianças após aplicar cerca de 3 mil doses no sábado
Imagem: PBH/Divulgação

Covid-19: BH segue vacinação de crianças após aplicar cerca de 3 mil doses no sábado

Estão sendo imunizadas crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência permanente, indígenas ou quilombolas


Por João Henrique do Vale

Belo Horizonte continua a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19. Inicialmente, as aplicações serão feitas em nove escolas municipais da capital, uma em cada regional da cidade. Podem receber a dose, para crianças com comorbidades, deficiência permanente, indígenas ou quilombolas. No último fim de semana, aproximadamente 3 mil pessoas deste público receberam os imunizantes. 

Os horários de imunização nas escolas serão distintos nesta segunda e terça-feira. Na segunda-feira, dia 17 de janeiro, as aplicações serão feitas das 10h às 16h. Já na terça-feira, dia 18 de janeiro, das 9h às 16h.  

No sábado, 15 de janeiro, foram aplicadas 2.843 doses de vacinas contra a Covid-19 no público convocado. Para evitar o contato das crianças com outros pacientes, a prefeitura utiliza as escolas para vacinação. “A estratégia foi definida para que o grupo não fique em contato direto com pacientes que apresentam sintomas respiratórios e que estão sendo atendidos nas unidades de saúde”, informou. 

Nos dias de repescagem, a criança com comorbidades, deficiência permanente, indígenas ou quilombolas, deve estar acompanhada de pais ou responsáveis e apresentar documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina. Caso o acompanhamento seja por terceiros, haverá a necessidade de apresentar o termo de autorização de para vacinação, disponibilizado no portal da Prefeitura, devidamente preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis.

Já a imunização das crianças acamadas ou com mobilidade reduzida terá início na segunda-feira, dia 17 de janeiro. As equipes entrarão em contato com as famílias daqueles que têm cadastro nos Centros de Saúde para o agendamento. A vacinação dessas crianças será realizada ao longo da semana por equipes volantes. Caso a criança não tenha cadastro, os pais ou responsáveis deverão entrar em contato com a unidade mais próxima para agendar a imunização.

Veja a programação de vacinação da semana

Dia 17/01, segunda-feira: - início da aplicação da primeira dose para crianças acamadas ou com mobilidade reduzida de 11 a 5 anos completos, até a data da vacinação. A imunização será feita em domicílio; 

- repescagem de primeira dose para crianças com comorbidade de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação. É necessário levar documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de residência em Belo Horizonte e da comorbidade. A aplicação das vacinas será feita em escolas municipais.

Neste dia não haverá vacinação em Centros de Saúde, postos extras e pontos de drive-thru para nenhum grupo prioritário ou faixa etária. As equipes de saúde estarão empenhadas na aplicação de vacinas em crianças acamadas ou com mobilidade reduzida e ações de repescagem em escolas. 

Dia 18/01, terça-feira: - aplicação da primeira dose para crianças acamadas de 11 a 5 anos completos, até a data da vacinação. A imunização será feita em domicílio; 

- repescagem de primeira dose para crianças com comorbidade de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação. É necessário levar documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de residência em Belo Horizonte e da comorbidade. A aplicação das vacinas será feita em escolas municipais.  

Neste dia não haverá vacinação em Centros de Saúde, postos extras e pontos de drive-thru para nenhum grupo prioritário ou faixa etária. As equipes de saúde estarão empenhadas na aplicação de vacinas em crianças acamadas ou com mobilidade reduzida e ações de repescagem em escolas.  

Dia 19/01, quarta-feira: dose de reforço para pessoas de 53 e 51 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;

Dia 20/01, quinta-feira: - dose de reforço para pessoas de 49 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF; 

- dose de reforço para pessoas de 19 anos, vacinadas com a CoronaVac, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF; 

Dia 21/01, sexta-feira: dose de reforço para pessoas de 18 anos, vacinadas com a CoronaVac, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF; 

- repescagem de dose de reforço para grupos prioritários e faixas etárias já convocados, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais