Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Covid-19: Intervalo entre 2ª dose e reforço é reduzido para quatro meses em Minas
Imagem: Fiocruz/Divulgação

Covid-19: Intervalo entre 2ª dose e reforço é reduzido para quatro meses em Minas

A nova regra foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial do Estado, o Minas Gerais


Por João Henrique do Vale

O intervalo entre a segunda dose da vacina contra a Covid-19 e o reforço foi reduzido em Minas Gerais. Agora, as pessoas podem receber a 3ª aplicação depois de quatro meses. Antes, este tempo de espera era de cinco meses. A nova regra foi publicada, nesta sexta-feira, no Diário Oficial do Estado, o Minas Gerais

A preocupação do Governo de Minas é com a variante ômicron e também com a possibilidade de perda de vacinas. “Hoje saiu uma deliberação da Secretaria de Estado de Saúde com a autorização para diminuição do intervalo do reforço de quatro meses, caso o município tenha doses para vencer. Nossa preocupação é com a validade. Então, as cidades que tiverem no estoque doses para vencer, que se aplique nos moradores”, afirmou o secretário estadual de saúde, Fábio Baccheretti. 

A deliberação determina que a redução no intervalo “está permitida quando houver doses da vacina Pfizer com prazo de vencimento, por descongelamento, inferior a 15 dias e impossibilidade de remanejamento das doses entre municípios vizinhos”.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais