Carregando...

Cidades

Imagem: Adão de Souza / PBH

Covid-19: PBH diz que não aplicou vacina vencida na população

Reportagem da Folha de S. Paulo mostra que 26 mil doses vencidas podem ter sido aplicadas em todo Brasil

Por João Henrique do Vale

A possível aplicação de doses de vacinas vencidas contra a Covid-19 em todo país, virou motivo de preocupação e polêmica nas redes sociais. Reportagem da Folha de São Paulo mostrou que 26 mil doses foram do prazo de validade podem ter sido aplicadas na população. A Prefeitura de Belo Horizonte afirmou que não há nenhum caso na capital mineira e alegou que houve um erro de registro no sistema do Plano Nacional de Imunização (PNI)

Por meio de nota, a prefeitura afirmou que já entrou em contato com pessoas que receberam os lotes de vacinas que foram divulgados como vencidas. “O que ocorreu foi o registro da data de aplicação de forma incorreta no sistema do PNI. A Secretaria Municipal de Saúde informa que já contactou as pessoas que foram vacinadas com os lotes em questão, verificou os cartões de vacina, e não há nenhuma inconformidade”, afirmou. 

Segundo a PBH, as equipes de vacinação foram treinadas e recebem o aperfeiçoamento do processo de lançamento das informações para evitar novos registros de aplicação em data incorreta. Esclarece, ainda, que é um procedimento em que as datas são digitadas individualmente pelos profissionais, uma a uma.

A Secretaria de Estado de Saúde enviou a seguinte nota para a redação Rádio 98:

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que as vacinas recebidas do Ministério da Saúde foram distribuídas e entregues aos municípios mineiros dentro do prazo e com prazo de administração anterior à data de vencimento. A SES-MG realiza um rigoroso protocolo de conferência de todos os imunizantes antes de enviar para as 28 Unidades Regionais de Saúde. Este processo assegura o controle de temperatura, o acondicionamento das caixas de vacina, bem como a verificação dos prazos de validade. Para além deste processo, em cada remessa de vacina enviada aos municípios, uma nova Nota Informativa é emitida sobre o quantitativo de doses, especificidades, público-alvo e alerta quando o prazo de validade está próximo.

A SES-MG orienta que os imunizantes sejam administrados dentro do prazo estabelecido pelo fabricante.

Minas Gerais recebeu 3 dos 8 lotes citados pelo jornal Folha de S. Paulo. O lote 4120Z001, com vencimento em 29/03, foi distribuído às URSs em 26/02, 01/03 e 19/03. Já o lote 4120Z005, com vencimento 14/4, teve distribuição para as URSs no dia 12/03. Em 05/4, a SES-MG realizou a última distribuição do lote CTMAV506 que tinha o prazo de validade para 31/05.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais está em contato com os municípios para conferir se as aplicações foram realizadas fora do prazo e registradas no Vacinômetro e no SI PNI, além de orientar as medidas que serão tomadas a partir do resultado desta análise.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais