Carregando...

Cidades

Distribuidoras de álcool em gel são suspeitas de sonegar R$ 17 mi na Grande BH

Mandados de busca e apreensões foram cumpridos nos empreendimentos localizados em Betim e Nova Lima

Por João Henrique do Vale

Empresas da Região Metropolitana de Belo Horizonte são suspeitas de sonegação fiscal na comercialização de produtos de limpeza e álcool em gel. Investigações da Receita Estadual apontam que os prejuízos aos cofres públicos giram em torno de R$ 17 milhões. Os crimes foram cometidos nos últimos quatro anos. Mandados de busca e apreensões foram cumpridos nos empreendimentos localizados em Betim e Nova Lima

De acordo com a Receita Estadual, as apurações indicam que, para burlar o fisco, as empresas, que também são fabricantes, subfaturavam as mercadorias em operações de compra e venda realizadas entre si, emitindo documentos fiscais com valores bem menores em relação aos reais. A maior parte do ICMS incidente nas operações não era recolhido.

Outra técnica de sonegação fiscal utilizada pelas empresas investigadas é a venda de mercadorias sem emissão de notas, situação em que não há qualquer recolhimento de imposto.

As investigações apontaram que as empresas não divulgavam os verdadeiros proprietários nos quadros societários, e sim os nomes de “laranjas”

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais