Carregando...

Cidades

Imagem: Sejusp MG / Divulgação

Divulgado edital para concurso de Agente de Segurança Prisional; salário é de R$ 4,6 mil

Ao todo são 2.420 vagas para todo o estado; veja mais informações

Por Lucas Rage

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp), publicou, nesta quarta-feira, o edital de concurso público para as carreiras de Agente de Segurança Penitenciária e Polícia Penal

Ao todo, são 2.420 vagas, com salários de R$ 4.631,35. O concurso é estadual e o candidato aprovado pode ser nomeado para qualquer uma das unidades prisionais de Minas Gerais.

O certame será organizado pelo Instituto Nacional de Seleções e Concursos – Instituto Selecon e terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Pública.

A prova objetiva e redação para o concurso serão realizadas em janeiro do ano que vem.

No ato da inscrição o candidato poderá optar pelo local de realização da prova objetiva e da redação – primeira etapa do concurso –, que serão aplicadas em Barbacena, Belo Horizonte, Curvelo, Divinópolis, Ipatinga, Governador Valadares, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia e Unaí. Não será admitida ao candidato a alteração do município de realização da prova após efetivação da inscrição.

Vale destacar que não é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação para a investidura no cargo e, também, que não há altura mínima e altura máxima para concorrer a uma das vagas.

Atribuições do cargo

O Policial Penal é o profissional responsável por garantir a ordem e a segurança no interior dos estabelecimentos prisionais, desempenhando a vigilância interna e externa, inclusive em muralhas e guaritas. Exerce atividades de escolta e custódia de presos; executa operações de escolta e custódia em movimentações externas, bem como de transferências interestaduais ou entre unidades no interior do Estado.

Também faz parte das suas atribuições participar de operações para realizar buscas periódicas nas celas e no entorno das unidades prisionais, além de realizar revistas nos familiares e visitantes dos custodiados. Entre as funções também está a de prestar segurança a profissionais diversos que fazem atendimentos especializados aos presos nas unidades prisionais; conduzir presos à presença de autoridades e adotar as medidas necessárias ao cumprimento dos alvarás de soltura, obedecidas as normas próprias, entre outras funções imprescindíveis à segurança pública.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais