Carregando...

Cidades

Imagem: Reprodução / 98 Live

Ex-presidente da BHTrans, Célio Bouzada, é exonerado e deixa empresa

Exoneração acontece a pedido de Bouzada, um dia após convocação para depor na CPI da Covid

Por Lucas Rage

O ex-presidente da BHTrans, Célio Bouzada, foi exonerado de seu cargo na empresa responsável por fiscalizar o trânsito e o transporte público da capital.

A exoneração acontece a pedido de Bouzada, e foi publicada na edição desta sexta-feira (17) do Diário Oficial do Município. Bouzada — que ocupava a função de Assessor da Presidência II — foi presidente da BHTrans entre os anos de 2017 e 2020.

O servidor Thiago Henrique de Oliveira Faustino, foi exonerado do cargo de supervisor e nomeado como gerente.

Além de Bouzada, foram exonerados:

  • Sérgio Luís Ribeiro de Carvalho, Gerente da Gerência de Programação e Redes de Transporte
  • Marcelo Fernandes Bernardino, Assessor da Presidência I 

Convocado a depor na CPI da Covid

A CPI da Covid-19 convocou Célio Bouzada a depor perante a Comissão.

Parlamentares solicitaram esclarecimentos sobre a responsabilidade do Executivo e da BHTrans na exposição dos usuários do sistema do transporte público à Covid-19, durante a pandemia. 

Segundo o presidente da CPI, Professor Juliano Lopes (Agir), a oitiva também irá contribuir para esclarecer o repasse de R$ 220 milhões que o Município fez às empresas de transporte coletivo para garantir a circulação dos ônibus durante a pandemia. 

A intimação do ex-presidente da BHTrans acontece a pedido das vereadoras Flávia Borja (Avante) e Nikolas Ferreira (PRTB).

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais