Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Funcionários terceirizados de escolas de BH fazem paralisação nesta quarta-feira
Imagem: PBH / Divulgação

Funcionários terceirizados de escolas de BH fazem paralisação nesta quarta-feira

Trabalhadores da cantina, faxina, portaria e mecanografia, se reúnem nesta quarta-feira para uma assembleia


Por João Henrique do Vale

Os trabalhadores terceirizados das escolas de Belo Horizonte fazem uma paralisação nesta quarta-feira. Os funcionários das cantinas, faxina, portaria, e mecanografia, protestam contra as condições de trabalho. Nesta tarde, a categoria vai se reunir em assembleia. 

Os trabalhadores são geridos pela Minas Gerais Administração e Serviços (MGS). A categoria alega sobrecarga de trabalho após o retorno presencial, principalmente para o cumprimento dos protocolos da Covid-19. 

Reclamam do pagamento parcelado de benefícios, como tíquete de alimentação e vale transporte, da falta de uniformes e equipamentos de proteção individual, entre outras reivindicações. 

A Rede 98 entrou em contato com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), que respondeu por meio de nota: "A Prefeitura de Belo Horizonte informa que são cerca de 6.500 trabalhadores funcionários da MGS. Todas as escolas receberam recursos para suprir a eventual ausência de algum funcionário.

Nessa segunda-feira (15), a MGS, que é uma empresa estadual, propôs reajuste de 15% no salário dos funcionários".

A MGS também foi contatada e ainda não se posicionou sobre o tema. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais