Carregando...

Cidades

Imagem: Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH) / Divulgação

Greve dos rodoviários deve ser mantida nesta terça-feira, diz sindicato

Categoria afirma que mesmo com um entendimento em audiência de conciliação no TRT, os trabalhadores têm que se manifestar em assembleia

Por João Henrique do Vale

A paralisação dos rodoviários de Belo Horizonte deve continuar, ao menos, até esta terça-feira. Essa é a previsão do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH). Uma audiência de conciliação está marcada para a tarde desta segunda-feira. 

Mesmo com a reunião, a previsão é que não tenha tempo hábil para o retorno dos trabalhadores. “A greve deve permanecer sim. Temos a reunião a tarde. Mesmo se tiver avanço, temos que convocar a categoria para decidir se permanece ou não. Qualquer novo posicionamento tem que ter o aval dos trabalhadores”, explicou Luciano Gonçalves, assessor de comunicação do STTRBH. 

Segundo Gonçalves, a categoria espera que as empresas façam uma proposta no TRT. “Nossa expectativa é que, na reunião, seja sinalizada, ao menos, a volta das negociações com uma perspectiva de avanço. Até então, a classe patronal foi categórica em dizer que não haverá proposta, o que seria pelo terceiro ano consecutivo”, completou. 

Os trabalhadores afirmam que estão há dois anos sem reajuste salarial. Os rodoviários cobram um aumento de 9% + INPC, ticket de alimentação de R$ 800,00, pagamento do ticket no atestado, remoção do banco de horas, abono salarial 2019/2020, a retirada da limitação do passe livre, manutenção do passe livre para o afastado, e melhoria no plano de saúde. 

Paralisação 

Desde o início da madrugada desta segunda-feira, o transporte coletivo de Belo Horizonte funciona parcialmente. A última atualização da BHTrans mostra que a situação mais crítica segue sendo no Barreiro. As duas estações localizadas na regional, a Barreiro e a Diamante, seguem sem circulação dos coletivos. Na Pampulha e na São Gabriel, 45% das viagens estão sendo realizadas, na Vilarinho, 55%, Venda Nova 37%, e São José, 11%. Já nas demais linhas o funcionamento é de 35%. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais