Carregando...

Cidades

Incêndio na Serra do Cipó segue sem controle

As chamas destroem o Parque Nacional da Serra do Cipó desde domingo. Fogo ameaçou casas e estabelecimentos

Por João Henrique do Vale

O combate às chamas no Parque Nacional da Serra do Cipó, na Região Central de Minas Gerais, já dura cinco dias. O fogo segue descontrolado. Mais de 83 pessoas, entre militares, brigadistas e voluntários, participam dos trabalhos em quatro frentes. Aeronaves também estão sendo usadas.

De acordo com o tenente Pedro, oficial responsável pela operação, focos estão sendo combatidos em quatro diferentes locais. "Esses focos estão na Serra da Caetana e Confins, dentro do Parque Nacional, e duas frentes estão nos limites do parque", afirmou.

Participam do combate, 24 bombeiros militares, 6 policiais militares, 51 brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), e dois voluntários. Duas aeronaves auxiliam nos trabalhos.

"Estamos fazendo sobrevoos sobre a região, para controlar a área queimada, e para colocar os esforços para o melhor local de combate. Assim, podemos diminuir os danos ao meio ambiente, à fauna, e a propriedade dos moradores do local", finalizou o tenente. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais