Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Justiça do Reino Unido vai julgar pedido de atingidos pela tragédia de Mariana
Imagem: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Justiça do Reino Unido vai julgar pedido de atingidos pela tragédia de Mariana

Famílias pedem reparação das mineradoras devido ao rompimento da barragem do Fundão, que aconteceu em novembro de 2015


Por João Henrique do Vale

A Justiça do Reino Unido volta a julgar, nesta segunda-feira, o recurso dos atingidos pelo rompimento da Barragem do Fundão, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais. Os ribeirinhos, quilombolas, e indígenas, atingidos pelo crime, querem indenização da mineradora BHP Billinton de 5 bilhões de libras, o que equivale a aproximadamente R$ 35 bilhões

Os advogados das vítimas procuraram a Justiça do Reino Unido alegando incertezas da Justiça Brasileira. 

Em primeira instância, o recurso foi negado. Porém, os advogados dos atingidos entraram com recurso e conseguiram reverter a decisão. Na ocasião, os juízes afirmaram que entendem as considerações do magistrado de 1ª instância, mas acreditam que o recurso tem “uma perspectiva real de sucesso"

O rompimento da barragem de Fundão aconteceu em novembro de 2015 e matou 19 pessoas. A maior tragédia ambiental do país ainda provocou a destruição de 300 edificações, arrastou automóveis/maquinários/semoventes, destruiu plantações e comunidades inteiras, especialmente em Bento Rodrigues, Paracatu de Cima, Paracatu de Baixo, Ponte do Gama, Pedras, Borba, Camargos e Campinas.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais