Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Kalil convoca reunião com sindicatos para discutir abertura do comércio no carnaval
Imagem: Divino Advincola / PBH

Kalil convoca reunião com sindicatos para discutir abertura do comércio no carnaval

Encontro vai acontecer na sede do executivo municipal


Por João Henrique do Vale

A possível abertura do comércio durante o Carnaval de Belo Horizonte será discutida, na próxima segunda-feira, em reunião na Prefeitura de Belo Horizonte. O prefeito Alexandre Kalil (PSD) convocou o Sindicato de Lojistas de Belo Horizonte (Sindilojas) e o Sindicato dos Comerciários de Belo Horizonte e Região Metropolitana (SECBHRM), para discutir como a medida poderá ser tomada. 

A ideia de abertura do comércio no carnaval foi externada pelo prefeito em entrevista coletiva nessa quarta-feira. Na ocasião, Kalil afirmou que não haverá feriado e pediu aos comerciantes que abram as portas. “Queremos uma cidade normal no carnaval”

Para os empresários, alguns entraves ainda devem ser resolvidos. De acordo com o presidente do Sindilojas, Nadim Donato, mudanças devem ser feitas na convenção coletiva dos trabalhadores, e a prefeitura tem que revogar o feriado municipal. 

“No domingo e na segunda-feira de Carnaval, é vedado o trabalho, conforma convenção coletiva do ano passado. Já a terça-feira e a quarta-feira de cinzas, o trabalho é vedado por força de lei municipal. Com isso, esses dois pontos devem ser resolvidos”, explicou. 

Segundo ele, o Sindilojas já enviou um ofício ao sindicato dos trabalhadores solicitando um posicionamento sobre a medida. Uma reunião deve ser realizada nesta sexta-feira pela categoria. Nadim é a favor da abertura do comércio, mas diz que recebeu com surpresa a declaração de Kalil. “O prefeito nos pegou de surpresa, mas foi uma ótima surpresa”, comentou. 

A Rede 98 entrou em contato com o Sindicato dos Comerciários de Belo Horizonte e Região Metropolitana e ainda aguarda um posicionamento sobre o caso. 

CDL é a favor da abertura

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Marcelo Souza e Silva, é a favor da abertura do comércio na cidade. “Com relação ao Carnaval, se a decisão da PBH for a de que não teremos comemoração na cidade, defendemos o pleno funcionamento do comércio nos dias em que seria realizado o carnaval. A CDL/BH se coloca a disposição da prefeitura para que juntos possamos dialogar com os sindicatos patronal e dos comerciários para melhor solução para a cidade”, comentou. 

Silva ressaltou, ainda, que o comércio não é o culpado pelo aumento de casos da Covid-19 na cidade. “A Prefeitura de Belo Horizonte compreendeu que o aumento dos casos de Covid em virtude da variante ômicron, não tem qualquer relação com o funcionamento do comércio. Conforme a CDL/BH e outras 17 entidades haviam alertado em documento enviado ao executivo municipal na última segunda-feira”, disse.  

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais