Carregando...

Cidades

Kalil pode anunciar novas restrições em BH devido à pandemia de Covid-19

Entrevista foi convocada pela Prefeitura de Belo Horizonte dois dias depois de decidir manter o comércio aberto

Por João Henrique do Vale

O prefeito Alexandre Kalil convocou, para o fim da tarde desta sexta-feira, uma entrevista coletiva para falar sobre à pandemia da Covid-19 em Belo Horizonte. O prefeito resolveu se pronunciar depois de uma reunião com o Comitê de Enfrentamento à doença.

Acompanhe a entrevista, ao vivo, às 17h, nas redes sociais da Rádio 98

A prefeitura de Belo Horizonte não adiantou se novas medidas de restrição serão adotadas pela capital mineira. Na última quarta-feira, a administração municipal decidiu manter o comércio aberto na cidade e adiou o retorno da volta às aulas presenciais.

O Comitê de Enfrentamento da Covid-19 se reuniu durante quase duas horas. Mesmo com a longa discussão, a decisão dos infectologistas, do secretário Municipal de Saúde, Jackson Machado, do prefeito Alexandre Kalil (PSD), e outros secretários, foi unânime. 

Ao anunciar que o comércio seguiria aberto, Machado afirmou que a decisão foi por “respeito à cidade e por coerência”. Naquele dia, a cidade estava com dois indicadores no vermelho - a velocidade de transmissão da Covid-19 e a ocupação de leitos de UTI. 

Nos últimos dois dias, os indicadores que estavam no vermelho estão em queda. O último boletim epidemiológico divulgado pela PBH mostra que a taxa de transmissão da covid-19 está em 1,18, voltando ao nível amarelo. A ocupação de leitos de UTI chegou a 74,4%, ainda no vermelho. O único indicador é a ocupação dos leitos de enfermaria, que está em 60,8%.

Belo Horizonte tem 115.640 casos confirmados da Covid-19. Deste total, 5.726 continuam em acompanhamento. O número de mortes chegou a 2.795.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais