Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Menina indígena diagnosticada com raiva morre em hospital de BH
Imagem: Divulgação/governo do estado de Santa Catarina

Menina indígena diagnosticada com raiva morre em hospital de BH

A garota estava internada no Hospital João Paulo II


Por João Henrique do Vale

Morreu, nessa segunda-feira, a menina indígena, de 12 anos, que estava internada em Belo Horizonte com raiva humana. Ela estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital João Paulo II desde abril, quando teve complicações por causa da doença. Minas Gerais já confirmou três casos neste ano. Todos os pacientes morreram. Ainda há uma notificação sendo investigada. 

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), os casos estão relacionados à mordida por um morcego. Todas as notificações aconteceram na área rural de Bertópólis, na Região Norte. Ao todo, são três infectados com idades entre 5 e 12 anos. 

Ainda há um caso suspeito em investigação, notificado em 21 de abril, também na área rural de Bertópolis. De acordo com a SES-MG, trata-se de paciente do sexo feminino, 11 anos, que apresentou sintomas inespecíficos como febre e cefaleia e, devido ao parentesco com um dos casos confirmados, foi notificada como suspeita e encaminhada para o hospital de referência, onde foram coletadas amostras laboratoriais.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais