Carregando...

Cidades

Imagem: Divulgação / PBH

Metroviários de BH decidem pela suspensão da greve a partir de domingo

Com a paralisação, que já dura 16 dias, as escalas de viagens estão reduzidas

Por Victor Duarte

Metroviários de Belo Horizonte decidiram, em assembleia realizada nesta sexta-feira (7), suspender a greve que já dura 16 dias. De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU),a escala de viagens será normalizada no próximo domingo. 

Ainda segundo a CBTU, os metroviários decidiram que a suspensão da greve vai permanecer até a segunda-feira, dia 17 de janeiro, quando será realizada nova assembleia da categoria. 

A greve dos metroviários começou no dia 23 de dezembro de 2021. A principal reivindicação da categora é a suspensão dos efeitos da Resolução 206/2021, expedida pelo Conselho do Programa de Parceiras e Investimentos da Presidência da República, que determinou a cisão da CBTU e a transferência dos empregados da matriz de Belo Horizonte, no contexto da privatização da empresa. 

Para o Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais (Sindmetro-MG), ainda não foi definido o destino dos servidores caso o modal de Belo Horizonte seja entregue à iniciativa privada. O presidente do Sindmetro, Romeu José Machado Neto, disse que um dos motivos para a volta dos trabalhadores é o fato de que alguns descontos podem acontecer pelo fato de a greve ter sido "muito extensa"

"Não é decisivo, porque quando a gente está brigando por emprego, o desconto do salário é o menor dos nossos problemas e essa é nossa luta agora. É por garantia de emprego para abrir negociação com o governo no caso de avanço do projeto de privatização. Temos uma nova assembleia que pode sim iniciar um novo movimento de greve", disse. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais