Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Minas confirma morte por chikungunya e casos de dengue disparam
Imagem: Divulgação / Fiocruz

Minas confirma morte por chikungunya e casos de dengue disparam

O aumento de incidência das doenças transmitidas pelo aedes Aegypti preocupam as autoridades de saúde


Por João Henrique do Vale

A preocupação das autoridades de saúde aumentam, a cada semana, com as doenças transmitidas pelo mosquito aedes Aegypti. Minas Gerais registrou a primeira morte em decorrência da chikungunya. Já os casos de dengue disparam no território mineiro, sendo que uma pessoa já perdeu a vida neste ano. 

Nos primeiros 81 dias de 2022, Minas Gerais registrou 13.143 casos prováveis da dengue. Uma média de 162 notificações diárias. Do total, 5.112 casos foram confirmados para a dengue. A Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) já confirmou uma morte em decorrência da doença e investiga outras sete. Os dados fazem parte do boletim epidemiológico das arboviroses divulgado pela pasta. 

O documento mostra uma predominância do sorotipo DENV1 da dengue em 2022. No ano passado, o estado registrou 23.141 casos prováveis da doença, sendo 15.743 confirmados. Oito mortes foram confirmadas e outras 15 ainda estão sendo apuradas. 

Chikungunya 

O estado confirmou a primeira morte do ano em decorrência da chikungunya. Não há nenhum outro óbito sendo investigado. Desde janeiro, já foram registrados 897 casos prováveis da doença e 144 foram confirmados. 

Em relação ao vírus Zika, foram registrados 21 casos prováveis, sendo 1 confirmado para a doença. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais