Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Minas confirma segundo caso de raiva humana; terceiro caso é investigado
Imagem: Divulgação/governo do estado de Santa Catarina

Minas confirma segundo caso de raiva humana; terceiro caso é investigado

Todos os casos foram registrados em um aldeia indígena na zona rural de Bertópolis


Por Guilherme Eloy

Exames laboratoriais confirmaram que a jovem indígena, de 12 anos, internada no Hospital Infantil João Paulo II, na Região Central de Belo Horizonte, está com raiva humana. Este é o segundo caso da doença confirmado. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), uma terceira notificação está sendo investigada.

O primeiro caso confirmado da doença na última década foi o de Zeliton, outra criança indígena de 12 anos. O jovem não resistiu à infecção e morreu no último dia 4. Por nota, a SES-MG confirmou que ambos os casos foram registrados da zona rural de Bertópolis, no Vale do Mucuri, onde vivem indígenas da aldeia Maxacali. Sobre a paciente internada e com o quadro da doença confirmado, a secretária afirmou que no dia 13, a jovem apresentou piora clínica e foi transferida para Unidade de Terapia Intensiva, onde segue até o momento sob protocolo de tratamento da doença.

A SES- MG também confirmou a suspeita de um terceiro caso. No último domingo, uma criança de 5 anos morreu próximo a área rural de Bertópolis onde os outros dois casos foram identificados. A criança não apresentou sintomas de raiva humana ou ferimentos que pudessem ter sido causados pelo morcego transmissor, porém, devido à proximidade física entre os casos, a SES-MG decidiu recolher amostras de sangue para exame laboratorial. O material já está em análise.

Veja as medidas tomadas pela SES/MG

Orientação quanto a coleta de amostras biológicas;

Solicitação de envio de relatório de investigação preliminar;

Investigação na localidade de ocorrência da exposição com busca ativa de pessoas que tiveram contato com o caso suspeito e encaminhamento para atendimento médico profilático;

Contato com o Instituto Mineiro de Agropecuária para ações cabíveis;

Vacinação antirrábica de cães e gatos da localidade;

Bloqueio focal;

Divulgação do caso na região com objetivo de alertar as pessoas sobre as formas de transmissão e prevenção da raiva.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais