Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Minas tem queda de 54% nos crimes violentos e chega ao menor índice da última década
Imagem: João Henrique do Vale / Rede 98

Minas tem queda de 54% nos crimes violentos e chega ao menor índice da última década

Os dados foram apresentados na manhã desta segunda-feira pelo governador Romeu Zema (Novo) e as forças de segurança do estado


Por João Henrique do Vale

Os índices de criminalidade em Minas Gerais seguem em queda. Dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) mostram que a redução de crimes violentos nos últimos dez anos foi de 54%. Em 2021, entre janeiro e novembro, a queda é de 20,6% nas ocorrências em relação ao mesmo período de 2020. Em termos de números,  são 8 mil crimes a menos registrados. 

Os números foram apresentados,  na manhã desta segunda-feira,  pelo governador Romeu Zema (Novo) e as forças de segurança de Minas Gerais. 

“Na nossa gestão,  tivemos redução de 46% nos crimes violentos.  Não é qualquer estado do Brasil que consegue esses dados.  Estamos chegando a taxa de homicídio por 100 mil habitantes a 10. Isso significa que morar em Minas é quase como morar e. Qualquer país da europa”, comemorou Romeu Zema.

O secretário de segurança pública de Minas Gerais, Rogério Greco,  ressaltou a união das forças de segurança. “A integração é muito importante para a redução destes crimes violentos.  E,  agora,  teremos a integração até da Marinha”,  comentou.

O coronel Rodrigo Sousa,  comandante-geral da Polícia Militar,  disse que agora as forças de segurança têm um novo objetivo. “A responsabilidade é darmos continuidade a este número.  É um novo desafio”. 

Estado mais seguro do país 

A redução das ocorrências levou Minas Gerais a ganhar o título do estado mais seguro do país,  segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

Segundo a Sejusp,  Minas atingiu o menor índice de criminalidade violenta em 10 anos. Em 2012, foram 74.788 crimes violentos nos 11 primeiros meses.  Neste ano,  no mesmo período foram 33.802. 

Regime de recuperação fiscal 

Zema voltou a cobrar a adesão do estado ao Regime de Recuperação Fiscal.  O projeto que autoriza o ato está na Assembleia Legislativa de Minas Gerais para ser analisado.  Porém,  há meses não e colocado em pauta. “Futuro do estado,  da seguranaca publica,  depende da adesão ao regime.  Sem ele,  não conseguimos fazer previsibilidade. Acredito que vai prevalecer o bom-senso (dos deputados estaduais)”. 

Novas viaturas

As forcas de segurança de Minas Gerais recebem um reforço,  nesta segunda-feira.  Estão sendo entregues,  pelo governo do estado, 333 viaturas para as polícias Civil e Militar,  e o Corpo de Bombeiros.  Ao todo,  serão investidos R$ 30 milhões,  sendo que parte da verba é de emendas parlamentares de deputados estaduais e federais,  além de senadores. 

As viaturas vão atender 200 municípios. A PM recebe o maior número de veículos,  sendo 236 no total.  A Polícia Civil ganhou mais 66,  e o Corpo de Bombeiros,  31. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais