Carregando...

Cidades

Ônibus que matou 15 em Monlevade é repleto de irregularidades; veja

Veículo tinha três autuações por transporte irregular de passageiros e 7 multas por excesso de velocidade

Por João Henrique do Vale, Carol Torres e Lucas Rage

O ônibus que caiu da Ponte Torta, em João Monlevade, e matou 15 pessoas na tarde desta sexta-feira (04), estava repleto de irregularidades.

A Rádio 98 teve acesso aos documentos do veículo, e levantou as infrações acumuladas pela empresa Localima Turismo.

A empresa estava registrada junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), mas o veículo não tinha autorização para transportar passageiros. Entre fevereiro e julho de 2019, o veículo foi autuado 3 vezes por tranporte irregular de passageiros (veja abaixo).

Desde julho de 2019, o veículo acumula 14 infrações, registradas em Minas Gerais, São Paulo e Bahia. Deste total, 7 são por excesso de velocidade.

primeira irregularidade foi flagrada em 8 de fevereiro, na BR-135, em Montes Claros, no Norte de Minas. Na ocasião, o veículo estava com 44 passageiros de Mata Grande, Alagoas, e seguia para São Paulo.

Segundo testemunhas no local, quatro pessoas saltaram do veículo, quando o mesmo perdeu o controle. Uma delas era o motorista.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais