Carregando...

Cidades

Imagem: Polícia Federal / Divulgação

Operação da PF combate fraudes em obras rodoviárias no Norte de Minas

Mandados estão sendo cumpridos em Belo Horizonte, Montes Claros, Sete Lagoas, Muzambinho e em Sorriso, no Mato Grosso

Por João Henrique do Vale

Fraudes em obras rodoviárias no Norte de Minas Gerais são alvos de operação da Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira. Mandados estão sendo cumpridos em Belo Horizonte, Montes Claros, Sete Lagoas, Muzambinho e em Sorriso, no Mato Grosso. 

De acordo com a PF, as investigações apontaram indícios de fraude ao caráter competitivo de processo licitatório, recebimento de vantagens indevidas, superfaturamento em obras públicas e execução de serviços de baixa qualidade.

Durante a primeira fase da operação “Rota BR-090", os agentes identificaram a participação de servidores públicos e empresário envolvidos no esquema . Eles realizaram obras no Norte de Minas. A PF e a Controladoria-Geral da União (CGU) identificaram superfaturamento em pelo menos dois contratos na região, além de indícios de irregularidades em mais seis obras. 

Os contratos, segundo as investigações, chegam a R$ 670 milhões, decorrentes de procedimentos licitatórios do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes/MG (DNIT/MG) realizados entre os anos de 2013 e 2018. 

Na operação desta quarta-feira, chamada de “Rei do Norte”, estão sendo cumrpidos 21 mandados de busca e apreensão. Também está sendo feito o bloqueio de R$ 32 milhões, o afastamento de um servidor público e a suspensão de pagamento de dois contratos.  

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais