Carregando...

Cidades

Operação em Minas mira uma das maiores empresas atacadistas do Brasil

Grupo atacadista de Poços de Caldas está sendo investigado por sonegação de ICMS

Por João Henrique do Vale

Uma grande operação conjunta foi deflagrada nesta quinta-feira para coibir a sonegação de ICMS em Minas Gerais. Na mira do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira) está uma empresa atacadista, sediada em Poços de Caldas, considerada uma das dez maiores do Brasil. 

A ação é um desdobramento de outras duas operações que aconteceram em 2018, que apontaram um esquema articulado por um suposto empresário, que criava diversas empresas fantasmas. Elas eram utilizadas para emitir notas fiscais falsas que permitiam a diversos atacadistas mineiros reduzir o valor do ICMS devido ao Estado. As operações geraram mais de R$ 70 milhões em autuações.

Na operação desta quinta-feira, foram cumpridos onze mandados de busca e apreensão, sendo seis em Belo Horizonte, três em Contagem, dois em Poços de Caldas e um em Nova Lima

Os envolvidos são investigados por crime de sonegação fiscal, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Se condenados, podem pegar até 10 anos de prisão.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais