Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Parque de Integração: Saiba quais são as obras estudadas para o Complexo da Lagoinha
Imagem: Divulgação/PBH

Parque de Integração: Saiba quais são as obras estudadas para o Complexo da Lagoinha

Prefeitura publicou licitação para contratar serviço técnico profissional especializado para estudos e projetos para a mobilidade ativa na região


Por João Henrique do Vale

O Complexo da Lagoinha, no Centro de Belo Horizonte, pode passar por mais mudanças de infraestrutura, com o objetivo de melhorar a mobilidade. A prefeitura quer construir o Parque de Integração da Lagoinha que será a conexão entre as estações de transporte coletivo e os bairros vizinhos. A ação faz parte do plano do executivo municipal de qualificação do Centro e da Lagoinha

O parque será destinado a espaços de lazer e permanência. A intenção é melhorar a circulação de pedestres, e de ciclistas, a iluminação e arborização, além de incentivar a prática de esportes, lazer e contemplação. O espaço também vai fazer parte de uma integração dos diversos modais presentes na região. 

O Parque de Integração da Lagoinha se apresentaria como um elemento de conexão entre as estações de transporte coletivo e os bairros vizinhos, com vistas a potencializar os deslocamentos a pé e por bicicleta, bem como o uso do transporte coletivo, por meio da integração dos diversos modais presentes na região. Tal condição, associada a uma ação de recuperação de espaços públicos residuais e de integração dos mesmos ao tecido urbano, potencializam sua apropriação pelos residentes e usuários da região”, afirma a Superintendência Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap)

No primeiro passo para a implantação do parque, a prefeitura publicou, na edição desta quarta-feira do Diário Oficial do Município (DOM), licitação para contratar serviço técnico profissional especializado para estudos e projetos para a mobilidade ativa na região. O valor da licitação é de R$ 687,8 mil. Os trabalhos devem durar 480 dias corridos, a partir da emissão da primeira ordem de serviço. 

“Estes estudos compreendem serviço de topografia, investigações geotécnicas, ensaios de solo, estudos, estudo hidrológico para microdrenagem, inclusive com elaboração do plano de intervenções na microdrenagem, Anteprojetos de implantação de praça, parque e área de Lazer, projeto executivo de Arquitetura de praças e parques e anteprojetos e projetos executivos complementares de Engenharia, Anteprojetos de Obras de Artes Especiais e de estruturas de concreto”, explicou a Sudecap. 

Obras em bairros de BH 

Outro edital publicado nesta quarta-feira é para a contratação de empresas para a implantação e ampliação das redes de drenagem na região dos bairros Santa Inês e São Bernardo para aumentar o escoamento das águas das chuvas. Os estudos serão feitos nas ruas Timóteo, Minduri, Mantiqueira e Avenida Contagem (Bairro Santa Inês); e Ruas Padre Antônio Araújo, Conceição Silêncio Luciano e João Lopes de Oliveira (Bairro São Bernardo).

A licitação terá um valor de pouco mais de R$ 1 milhão, com recursos do Fundo Municipal de Saneamento. A prestação do serviço é de 300 dias corridos, a partir da assinatura da primeira ordem de serviço.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais