Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. PBH diz que área de escape do Anel Rodoviário não sofrerá atrasos com licitação deserta
Imagem: PBH / Divulgação

PBH diz que área de escape do Anel Rodoviário não sofrerá atrasos com licitação deserta

Na última semana, edital para sistema de drenagem da estrutura não teve empresas interessadas


Por João Henrique do Vale

A Área de Escape do Anel Rodoviário vai ficar pronta ainda no primeiro semestre deste ano. A programação das obras foi mantida pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) mesmo após a licitação para o sistema de drenagem da estrutura terminar deserta, ou seja, sem empresas interessadas no serviço. 

Por meio de nota, a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) afirma que a licitação que não teve interessado era para a construção de uma travessia subterrânea sob o Anel Rodoviário (drenagem profunda) e também a execução de descida d'água em degraus (drenagem superficial), para direcionamento adequado das águas pluviais, “não interferindo no funcionamento da estrutura de concreto (com argila expandida), dispositivo de segurança que efetivamente reduz a velocidade dos veículos".

“Portanto, mesmo que a parte de drenagem (profunda e superficial) da Área de Escape esteja em execução, a estrutura de concreto responsável por reduzir a velocidade dos veículos poderá funcionar como dispositivo de segurança, não implicando em atrasos na obra”, afirmou. 

Uma nova licitação será lançada pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, mas ainda sem previsão. 

A obra

A estrutura, criada para evitar as tragédias na descida do Bairro Betânia, na Região Oeste de Belo Horizonte, já está 50% concluída. A Sudecap estima que as intervenções sejam concluídas no primeiro semestre deste ano, a depender das condições climáticas. A obra está orçada em aproximadamente R$ 3,5 milhões, em recursos próprios da Prefeitura. 

A construção está localizada no trecho entre a BR-040 e o trevo do Betânia, a poucos metros do acesso ao Buritis. A o obra engloba um trecho de quase 400 metros.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais