Carregando...

Cidades

Imagem: Leo Fontes / 98 Live

PBH inicia ações operacionais para melhoria do transporte coletivo

Serão mais de 20 km de faixas exclusivas operacionais, além de alterações em áreas de embarque e desembarque; veja o que muda!

Por Lucas Rage

A Prefeitura de Belo Horizonte inicia, nesta segunda-feira (23), uma série de ações para melhorar a velocidade do transporte coletivo por ônibus da capital.

A iniciativa acontece por meio da BHTrans, e vai contar com mais de 20 quilômetros de faixas exclusivas operacionais, ajustes em pontos de embarque e desembarque, além de operações de tráfego em cruzamentos com maior volume de veículos para garantir o acesso dos ônibus às faixas preferenciais. 

Faixas exclusivas

Segundo a BHTrans, a implantação de faixas exclusivas traz um ganho de eficiência para os ônibus, reduzindo o tempo de viagem dos usuários. 

Serão instaladas faixas indicativas, placas e pinturas no pavimento. Por não necessitarem de obras físicas, as faixas exclusivas devem ser implementadas mais rapidamente nas vias, segundo a Prefeitura. 

Três locais vão receber as faixas exclusivas operacionais, que vão funcionar nos horários de pico. São eles:

  • Rua Espírito Santo (entre rua dos Caetés e Avenida do Contorno) - 16h às 19h
  • Rua Itajubá (entre rua Curvelo e Avenida do Contorno) - 6h30 às 9h30 e 16h às 19h
  • Rua São Paulo (entre avenidas Amazonas e Afonso Pena) - 16 às 19h

Nos outros horários o trânsito nos locais estará liberado para os demais veículos.

Ponto da Cristóvão Colombo será readequado

O ponto de ônibus localizado na avenida Cristóvão Colombo, altura do número 336, entre avenida Getúlio Vargas e rua Tomé de Souza, que atende a dez linhas de ônibus, será reajustado. 

Será criado um novo ponto, 20 metros à frente, próximo à esquina da rua Tomé de Souza, para reduzir o número de linhas por ponto tornando o embarque mais ágil. Cada ponto vai atender a cinco linhas. Placas indicativas vão informar os usuários sobre as mudanças. 

Novas intervenções operacionais estão programadas para os próximos meses. Após a conclusão, todas as intervenções serão analisadas para avaliar o ganho na operação do transporte coletivo.


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais