Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Prefeitura de BH afasta dois guardas municipais envolvidos em confusão com professores
Imagem: Reprodução

Prefeitura de BH afasta dois guardas municipais envolvidos em confusão com professores

Um dos manifestantes chegou a ser atingido no rosto e foi levado ao Hospital João XXIII


Por Déborah Lima e Victor Duarte

A Prefeitura de Belo Horizonte informou, nesta quarta-feira (30), que afastou dois agentes da Guarda Civil Municipal envolvidos na ação truculenta que ocorreu durante um protesto de professores na porta da prefeitura na última sexta-feira (25), enquanto Alexandre Kalil anunciava a renúncia do cargo.

“A Corregedoria da Guarda Municipal informa que uma sindicância investigativa foi instaurada imediatamente após o fato e, como medida preventiva, foram adotados afastamentos de dois envolvidos na operação, até o término da apuração dos fatos”, divulgou por meio de nota.

Agressões

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (SindiRede-BH), novos vídeos, divulgados nesta terça-feira (29), mostram a ação dos guardas e o momento em que um deles atira contra os manifestantes.

Um professor foi atingido no rosto, chegou a ser atendido no Hospital João XXIII, mas passa bem.

O SindiRede alega ainda que, em outro trecho do vídeo, é possível ouvir um dos guardas dizer que precisaria deter o professor agredido por resistência, já que ele é o único que estaria "na mão" dos guardas. 

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil, que também investiga o episódio.

Relembre aqui o caso e veja vídeos da confusão

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais