Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Prefeitura volta a recomendar máscaras em escolas e ambientes fechados de BH
Imagem: Raquel Portugal/Fiocruz

Prefeitura volta a recomendar máscaras em escolas e ambientes fechados de BH

Decisão foi anunciada nesta quinta-feira pelo executivo municipal


Por João Henrique do Vale

O uso de máscaras em escolas e ambientes fechados de Belo Horizonte voltou a ser recomendado pela prefeitura.  A decisão foi comunicada pelo executivo municipal nesta quinta-feira. Outras cidades mineiras também tomaram a mesma atitude nos últimos dias devido a tendência de alta da Covid-19.  Algumas delas até voltaram a exigir o uso do equipamento de proteção.

Em nota divulgada na noite desta quinta-feira, a prefeitura afirmou que os ajustes no Protocolo Geral de Vigilância em Saúde foram discutidas com equipes técnicas da Saúde e devido a tendência de aumento dos casos da doença na cidade. 

“Foi observada uma tendência de aumento da incidência de Covid-19 acumulada nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes e, embora até o presente momento não se observe alteração no indicador relativo a letalidade da Covid, as mudanças nas regras são uma estratégia fundamental para o enfrentamento da doença no município”, explicou. 

O executivo municipal também ressaltou a predominância de casos da variante ômicron na cidade,  a mesma que fez os números da pandemia aumentar em 2021. Por fim, convocou a população a completar o ciclo vacinal. 


Veja as mudanças que serão publicadas no Diário Oficial do Município (DOM)

 1.1 – Todos os estabelecimentos e as atividades devem disponibilizar álcool 70% (setenta por cento) para os frequentadores, em pontos estratégicos e de fácil acesso, para higienização das mãos na entrada e na saída;

1.2 – Recomenda-se que idosos, pessoas com comorbidades e pessoas não vacinadas usem máscara em ambientes abertos com aglomeração de pessoas ou em ambientes fechados;

1.3 – Recomenda-se o uso de máscaras em ambientes fechados a exemplo de salas de aula, cinemas, teatros, elevadores e escritórios;

1.4 – Recomenda-se que locais de espera e filas sejam organizados de forma a respeitar distanciamento de 1m (um metro) entre as pessoas;

1.4 – Recomenda-se que pessoas com suspeita de Covid-19 ou outros quadros gripais não frequentem locais públicos ou privados, devendo ser orientadas a procurar atendimento em unidade de saúde, sempre usando máscaras;

1.5. – Os estabelecimentos públicos e privados têm a prerrogativa para estabelecer a obrigatoriedade do uso de máscara em seus ambientes.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais