Carregando...

Cidades

Imagem: Rede 98 / Reprodução

Prefeituras de BH e Nova Lima se unem por melhorias na MG-030, entre os municípios

Proposta surgiu de encontro intermediado pelo Ministério Público de Minas Gerais, e foi celebrada pelo prefeito Alexandre Kalil

Por João Henrique do Vale

As prefeituras de Belo Horizonte e Nova Lima vão se unir por obras de melhoria na rodovia MG-030, no Bairro Belvedere, limite entre os municípios.

Proposta surgiu após encontro dos prefeitos de BH, Alexandre Kalil (PSD), e de Nova Lima, João Marcelo (Cidadania). O encontro foi intermediado pelo Procurador-Geral do Ministério Público, Jarbas Soares Júnior, e teve por objetivo discutir soluções para o trânsito entre os dois municípios.

Segundo o prefeito Alexandre Kalil, será criado um fundo de empresas privadas com empreendimentos na região, que investirão em obras de infraestrutura na rodovia. Investimentos são avaliados em R$ 150 milhões.

“É um passo muito importante que o Ministério Público está tomando. Se isso tivesse feito, há 30 anos, aquilo não estava como está”, afirmou Kalil, em fala à Rede 98.

Ainda conforme o chefe do Executivo municipal, as doações partirão de “empresas grandes que trabalham em Nova Lima e desembocam em Belo Horizonte”. O projeto ficará a cargo do vice-prefeito de BH, Fuad Noman.

Contrapartidas x Doações

O prefeito abordou ainda as contrapartidas feitas por empresas que empreendem na região, e afirmou se tratar de uma medida diferente da proposta pelo fundo. “Tem doação e tem contrapartida. Tem empreendimentos muito grandes sendo feitos e projetados em Nova Lima e isso tem que ter uma solução. Não se pode colocar 5, 10 torres e colocar uma garagem, como contrapartida uma garagem, como muitas empresas vieram propor aqui, indecentemente, ao Ministério Público do Estado”, desabafou Kalil.


O projeto

O prefeito de Nova Lima, João Marcelo Diegues (Cidadania), explicou que a obra será feita do Bairro Olhos D’água, em BH, até o Bairro Águas Claras, em Nova Lima. “Será feita no leito da antiga linha férrea que hoje pertence a SPU (Superintendência de Patrimônio da União). Também já vamos deixar um espaço para a construção do VLI”, comentou. 

De acordo com Diegues, o projeto já está pronto. “Existe um grande problema de mobilidade entre Nova lima e Belo Horizonte. Temos construído um plano viário no município e naquele ponto uma plano setorial entre as duas cidades. Ele trás solução de baixo impacto que não permite, em áreas lindeiras, a expansão imobiliária, ao contrário, onde não tiver via como solução de mobilidade implantaremos parques. É uma solução para a longo prazo”, comentou. 

O procurador-geral do Ministério Público, Jarbas Soares, afirmou que um grupo de trabalho foi formado para discutir o projeto. O primeiro encontro deve acontecer dentro de 10 dias. Segundo ele, a solução da mobilidade entre os dois municípios envolvem situações complexas. 

“São dois problemas, o viário e o de saneamento. Isso envolve a prefeitura de Belo Horizonte, a de Nova Lima e o Governo do Estado. Estamos trabalhando juntos e conseguimos aliar todos. Vamos constituir um grupo de trabalho para darmos os passos seguintes a um projeto da prefeitura de Nova Lima. As decisões são complexas e a decisão tem que ser mais completa e não fragmentada. Então é muito bom que as prefeituras trabalhem junto com o Ministério Público e evitemos discussões jurídicas, liminares e contestações”, comentou.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais