Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Prefeituras pedem nova suspensão do Leilão do Rodoanel Metropolitano
Imagem: Divino Advíncula/PBH

Prefeituras pedem nova suspensão do Leilão do Rodoanel Metropolitano

Nova reunião foi marcada para a próxima quinta-feira no Tribunal de Contas do Estado (TCE/MG)


Por João Henrique do Vale

O Governo de Minas Gerais vai decidir se adia, novamente, o leilão do Rodoanel Metropolitano. O pedido foi feito pelas prefeituras de Betim e Contagem em reunião realizada nessa segunda-feira no Tribunal de Contas do Estado (TCE/MG). Um novo encontro está marcado para a próxima quinta-feira. 

As prefeituras das duas cidades da Grande BH são contra o traçado da Alça Oeste, uma das quatro que fazem parte da rodovia. O questionamento é que essa parte da via vai cortar áreas adensadas, como por exemplo, a região do Bairro Petrolândia, em Contagem. Além disso, há um receio quanto a bacia de Vargem das Flores

“A prefeitura de contagem tem questionado o traçado do Rodoanel. Claro que é importante ter uma alternativa para o Anel Rodoviário. Mas não pode prejudicar as cidades onde essa nova via será implementada. Então, procuramos mudar o traçado, pois a proposta feita pelo Estado corta a bacia de Vargem das Flores, que abastece parte de Contagem, Betim e Belo Horizonte. E podemos ter o comprometimento do abastecimento de água”, comentou a prefeita de Contagem, Marília Campos (PT)

Para continuar a discussão sobre o tema, a prefeita solicitou que o leilão, que estava marcado para 28 de julho e acabou adiado por 15 dias devido a reunião do TCE, seja suspenso pelo Governo de Minas. “Solicitamos que o leilão seja suspenso para intensificar a discussão para alterar o traçado”, completou. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais