Carregando...

Cidades

Imagem: Agência Minas / Divulgação

Segundo dia de greve dos metroviários tem todas as 19 estações fechadas

Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro/MG) diz que paralisação vai até domingo

Por João Henrique do Vale

A greve dos metroviários entra no segundo dia nesta sexta-feira em Belo Horizonte e Contagem. Todas as 19 estações do metrô estão fechadas. Os trabalhadores seguem sem cumprir a determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT/MG) que determinou escala mínima em horários de pico. 

Por causa da paralisação, a prefeitura de Belo Horizonte reforçou as as viagens dos ônibus. 

A greve deve continuar até domingo, segundo o presidente do Sindimetro/MG, Romeu Machado. Segundo ele, o sindicato foi notificado no fim da manhã dessa quinta-feira sobre a decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT/MG) que determinou escala mínima em horários de pico. O presidente do Sindimetro afirma que, para atender a medida, é necessária uma assembleia com os trabalhadores, o que não deve acontecer até sábado. 

Decisão Judicial 

Nessa terça-feira, o TRT/MG concedeu uma liminar a CBTU determinando que os metroviários mantenham o funcionamento do metrô de BH. A decisão garante a operação integral do metrô no horário de pico, com 100% das composições operando nos intervalos mencionados. 

Em sua decisão, o desembargador de plantão, Fernando Luiz Gonçalves Rios Neto, acrescentou que “no contexto da atual pandemia, as pessoas precisam, mais do que nunca, deslocar-se aos hospitais, e os profissionais de saúde e outros trabalhadores de serviços essenciais se deslocarem até os seus postos de trabalho, de forma segura”. Em caso de descumprimento, a multa ficou definida em R$ 30 mil por dia.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais