Carregando...

Cultura

Imagem: Rolling Stones / Divulgação

Aos 80 anos, morre Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones

Músico havia passado recentemente por uma cirurgia que o afastou de uma turnê

Por Da Redação

O baterista dos Rolling Stones, Charlie Watts, morreu nesta terça-feira (24) aos 80 anos. A informação foi confirmada por Bernard Doherty, agente do músico, em comunicado para a imprensa britânica, disse o jornal Daily Mail.

 "É com imensa tristeza que anunciamos a morte de nosso amado Charlie Watts", disse o agente do músico. Segundo informações do jornal britânico, Watts morreu no hospital de Londres e estava cercado por sua família. "Charlie era um querido marido, pai e avô e, também como membro dos Rolling Stones, um dos maiores bateristas de sua geração. Pedimos gentilmente que a privacidade de sua família, membros da banda e amigos próximos seja respeitada neste momento difícil", pediu Doherty.

 Watts era um dos membros mais antigos dos Stones, ao lado de Mick Jagger e Keith Richards. A banda passou por algumas mudanças em sua formação ao longo dos anos, desde 1962, quando foi criada.

Cirurgia o tirou de turnê

O baterista passou por uma cirurgia recentemente e na ocasião, sem detalhar o motivo da cirurgia, seu representante informou que ela foi "completamente bem-sucedida", mas que o músico ficaria de fora da turnê da banda, prevista para começar em 26 de setembro.

Na ocasião, Watts chegou a dizer que com os ensaios começando em algumas semanas, a situação era muito decepcionante.

Formado em artes gráficas, Watts começou sua carreira na música tocando bateria nos clubes de R&B, em Londres. Foi lá que conheceu seus companheiros de banda Brian Jones, Mick Jagger e Keith Richards.


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais