Carregando...

Cultura

Imagem: Reprodução / TV Globo

Luto no humor: morre o ator Paulo Gustavo, vítima da Covid-19

Ator de 42 anos teve complicações em decorrência da doença

Por Marcello Oliveira

O ator Paulo Gustavo faleceu por volta das 21h desta terça-feira (04), após quase dois meses internado por complicações da COVID-19.

Em 13 de março, Paulo Gustavo, de 42 anos, foi diagnosticado com Covid-19. Em 02 de abril teve piora no estado clínico e foi introduzido à terapia de oxigenação por membrana extracorporal. No domingo (02), após uma melhora que permitiu interagir com familiares e equipe médica, o estado de saúde piorou e os médicos identificaram uma embolia pulmonar.


Dona Hermínia, eterna

A fama veio em 2004, quando fez parte do elenco da peça Surto. Foi nesta época que o Brasil conheceu a Dona Hermínia, a personagem mais famosa de Paulo Gustavo.

Após breves participações em novelas e séries, Paulo trouxe dona Hermínia de volta aos palcos, em 2006, com o espetáculo Minha Mãe é uma Peça. A personagem Hermínia foi criada a partir de observações que o ator fazia de sua mãe, Dona Déa Lúcia Vieira. 

Dona Hermínia rendeu a Paulo Gustavo uma indicação ao Prêmio Shell de melhor ator. A peça teatral ganhou versão para o cinema em três edições: em 2013, 2016 e em 2019. No ano passado, fez 220 Volts – O Filme

Em 2013, estreou na produção do Vai que Cola, do Multishow, que também ganhou adaptação no cinema, em 2015. Em 2017, deixou o Vai que Cola para entrar no programa A Vila, da mesma emissora, junto com a atriz Katiuscia Canoro.


Sonho de ter uma família

Assumidamente bissexual desde a adolescência, Paulo Gustavo se casou com o médico dermatologista mineiro Thales Bretas, com quem dividiu a paternidade de dois meninos, Romeo e Gael, de pouco mais de um ano, que nasceram por uma barriga de aluguel.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais