Carregando...

Cultura

Imagem: Cristiano Lopes / Arquivo Pessoal

O Rio de Janeiro continua lindo

A Cidade Maravilhosa é um dos destinos favoritos dos mineiros

Entretenimento

Cristiano Lopes

Bacharel em Turismo, colunista do Se Liga Na Trip, do programa Radiocast


Com as fronteiras internacionais ainda parcialmente fechadas e o dólar em alta, os mineiros estão buscando alternativas de viagem dentro do próprio país no período pós-pandemia. Nesse contexto, o Rio de Janeiro aparece com um dos destinos preferidos pelos mineiros, especialmente pelo belorizontinos devido a alguns fatores, tais como: tempo de deslocamento, atrativos diversificados, variadas opções de hospedagem e infinitas possibilidades no roteiro gastronômico.

O Rio de Janeiro, no período de 1763 a 1960, foi a segunda capital do Brasil. Com uma população 6,75 milhão de habitantes (Censo de 2020), é a segunda maior metrópole do Brasil, a sexta maior da América e a trigésima quinta do mundo.


Como chegar

A viagem para a capital dos cariocas, partindo de Belo Horizonte, pode ser realizada de avião, com percurso de 342 km em linha reta. O tempo médio de voo é de 55 minutos, lembrando que o Rio possui dois aeroportos: Aeroporto Internacional Tom Jobim, conhecido como Galeão (sigla GIG) e o Aeroporto Santos Dumont (sigla SDU).

Atualmente, as companhias aéreas Gol, Latam, Azul e Ita operam o trecho. A viagem terrestre possui um percurso de 439 km, sendo que o tempo previsto de carro é de cinco horas e meia e de ônibus, sete horas, com serviços prestados pela Viação Cometa e Viação Útil. Ah, se você for de carro, lembre-se que existem seis praças de pedágio nesse percurso pela BR-040 (Itabirito, Conselheiro Lafaiete, Barbacena, Simão Pereira, Pedra do Rio e Xerém), sendo que os três primeiros custam R$ 5,30 (cada) e os três últimos R$ 11,60 (cada), perfazendo um total de R$ 50,70.

Onde ficar

O Rio de Janeiro é a cidade do Brasil que possui o maior número de hotéis do Brasil, de acordo com pesquisa realizada pela Booking, em 2018. As hospedagens vão desde as opções mais econômicas a partir de 80 reais no AirBNB, apartamentos de aluguel e hostel, passando pelas hospedagens em hotéis no padrão turístico, até os hotéis de luxo com diárias que chegam na casa dos 2.500 reais. O Réveillon é o período mais disputado do ano e os preços das diárias ficam ainda mais elevados, especialmente nos hotéis localizados na orla da Praia de Copacabana - local onde acontece o mais famoso show de fogos do Brasil.

O que fazer

O que visitar no Rio de Janeiro? A primeira visita obrigatória para quem vai conhecer a cidade é o Cristo Redentor, cartão postal do turismo do Brasil e símbolo turístico da cidade. Foi eleito uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno e está localizado no Morro do Corcovado. Outra visita obrigatória para os marinheiros de primeira viagem é o Pão de Açúcar, o primeiro teleférico do Brasil e o terceiro do mundo. Uma ótima dica para se aproveitar um dia turístico perfeito no Rio de Janeiro é contratar um city tour “Um dia no Rio” com duração de oito horas, que além dos dois atrativos principais vai te levar na Catedral de São Sebastião, na parte externa do Maracanã, no Sambódromo, na Escadaria Selarón, nos Arcos da Lapa e na Floresta da Tijuca. Esse passeio inclui ônibus com ar condicionado, guia de turismo e almoço, custando 230 reais.

Para você que curte aquela praia, anote o roteiro: na zona oeste estão as praias da Barra da Tijuca, Recreio, Prainha e Grumari, enquanto na zona sul encontram-se as praias de Copacabana, Ipanema, Arpoador e Leblon. Inclusive uma boa dica para quem estiver nas praias da zona sul é ver o pôr-do-sol na Praia do Arpoador e conhecer o Forte de Copacabana, que possui dois lugares fantásticos para você tomar um café ou curtir um happy-hour: o Café 18 do Forte e a tradicional Confeitaria Colombo.


Um outro roteiro que está muito atraindo muitos turistas e pode ser feito em um único dia é o seguinte: Museu do Amanhã, Mural Etnias do artista Eduardo Kobra, AquaRio e RioStar, a maior roda gigante da América Latina. Lembre-se apenas de comprar antecipadamente seus ingressos online para conseguir descontos e aproveitar ainda mais o seu tempo.

Pela pluraridade e diversidade de atrativos, o Rio de Janeiro possui vários lugares incríveis como o Jardim Botânico, o Parque Lage, a Lagoa Rodrigo de Freitas e o Rio Antigo (centro e Lapa). E existem também opções bem interessantes para turistar de forma diferente, como tirar uma foto na Pedra do Telégrafo, encarar um voo de asa delta, fazer um Favela Tour na Favela da Rocinha ou do Vidigal ou assistir um ensaio das escolas de samba. Ou seja, tem de tudo para todos os gostos e bolsos.

Outra delícia no Rio de Janeiro é aproveitar o turismo com a gastronomia, uma combinação perfeita. E essa tradição começa nas praias, com um enorme número de vendedores do famoso Biscoito Globo e de chá mate. Eu nunca vi isso em nenhuma outra praia do mundo. É impressionante! Além dos peixes e frutos do mar, um campeão de vendas na maioria dos restaurantes é o Filé à Osvaldo Aranha, que consiste num filé mignon ao ponto temperado e servido com alho frito. É uma boa pedida!

3 dicas para experimentar o Rio

Agora vou te dar três dicas muito interessantes que experiencializei na minha última viagem ao Rio de Janeiro, realizada na última semana de setembro de 2021: o corredor gastronômico da Rua Dias Ferreira, no Leblon; o rooftop do Rio Othon Palace, que tem 30 andares e uma vista espetacular e a uma experiência gastronômica espetacular com um jantar de cinco tempos no Emile Restaurante, dentro do Hotel Emiliano.

Por essas e outras que continuo reverberando a canção “Aquele abraço”, de Gilberto Gil: “O Rio de Janeiro continua lindo!”.

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais