Carregando...

Economia

Imagem: Reprodução / Fretadores pela Liberdade

Abaixo-assinado pede veto ao PL dos fretados; deputado anuncia veto de Zema

Fretadores foram até a Cidade Administrativa entregar documento com 100 mil assinaturas; texto anuncia riscos do projeto a empregos e turismo

Por Lucas Rage e Lucas Ragazzi

Fretadores voltaram a pressionar o governador Romeu Zema pelo veto ao Projeto de Lei 1.155, que regulamenta o serviço de frete de passageiros em Minas Gerais.

Integrantes da categoria foram até a Cidade Administrativa, na manhã desta quinta-feira (23).

O grupo entrega a Zema um abaixo-assinado contrário à sanção do projeto, contendo 100 mil assinaturas. O documento alerta o chefe do Executivo sobre os riscos da proposta para empregos, turismo e consumidores.

“As assinaturas comprovam que esse PL acaba com o setor de fretamento e fere todo o turismo de Minas. Se o projeto for aprovado o desemprego vai explodir e os culpados serão os deputados que agem em nome das grandes empresas de ônibus”, afirma João Cleto, empresário do setor de fretamento e membro do Movimento Fretadores pela Liberdade.

"Zema irá vetar PL, diz Deputado"

Zema precisa decidir até amanhã se veta ou não a proposta. Segundo o deputado estadual Guilherme da Cunha (Novo), Zema já teria se decidido pelo veto à PL dos fretados. 

"Desde a aprovação, na Assembleia Legislativa de Minas, do PL 1.155/2015, que acaba com a liberdade e a concorrência no setor de transporte, venho trabalhando e dialogando com o governo para que a proposta fosse vetada", afirmou o parlamentar, em seu Twitter.

"Com orgulho, recebi desse mesmo governo o compromisso de vetar o projeto. O pedido dos mineiros será, portanto, atendido pelo Governador. O trabalho segue agora para manutenção do veto na Assembleia", completou.


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais