Carregando...

Economia

Imagem: Agência Brasil/Divulgação

Caso suspeito de "vaca louca" em Minas preocupa Romeu Zema

Notificação está sendo investigada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA)

Por João Henrique do Vale

O governador Romeu Zema (Novo) se mostrou preocupado com a possibilidade do registro de “vaca louca” em Minas Gerais. Um caso suspeito está sendo investigado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). O estado nunca registrou casos da doença, que ataca os gados, na história. 

Em entrevista a Rádio CBN, nesta quinta-feira, Zema afirmou que medidas estão sendo tomadas pelo governo. “Estamos tomando todas as medidas necessárias em conjunto com o Ministério da Agricultura. É uma preocupação muito grande, todo o Brasil depende de exportação de proteína animal, e um fato como esse pode atrapalhar, prejudicar, e muito, esses negócios”, afirmou. 

O caso suspeito está sendo investigado pelo MAPA. Por meio de nota, o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), afirmou que casos suspeitos são corriqueiros e as investigações são realizadas sempre que há notificações. 

“Como membro da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o Brasil adota os procedimentos de vigilância, investigação e notificações recomendadas pela instituição. Casos em investigação são corriqueiros dentro dos procedimentos de vigilância estabelecidos e medidas preventivas são adotadas imediatamente para garantir o controle sanitário. Uma vez concluído o processo em investigação, os resultados serão informados”, afirmou. 

O órgão completou dizendo que vem colaborando com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento nestas investigações, e que está “atuando para a garantia da segurança e qualidade da produção mineira e prestará informações adicionais tão logo obtidos os resultados dos exames”

A doença

O mal da Vaca Louca - encefalopatia espongiforme bovina - é uma doença degenerativa que atinge o sistema nervoso do gado e seus sintomas incluem agressividade e falta de coordenação. Ela é causada por proteínas alteradas e não tem cura nem tratamento. 

No fim dos anos 1990, alguns países da Europa enfrentaram um surto de casos de vaca louca por causa do consumo, por outros animais, de ração processada de bovinos afetados pela doença.

A doença também trás importantes consequências para a comercialização de animais e de produtos de origem animal.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais