Carregando...

Economia

Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Gasolina volta a subir na Grande BH e se aproxima de R$ 6,50

No último mês, o aumento do combustível foi de 5.08%, ou R$ 0,29, segundo levantamento realizado pelo Mercado Mineiro

Por Da redação

A gasolina continua subindo, em Belo Horizonte. Pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo site Mercado Mineiro aponta o combustível cobrado a R$ 6,49 nas bombas de postos da capital. No último mês, o aumento do combustível foi de 5.08%, ou R$ 0,29. 

Segundo o levantamento, feito em 145 postos em Belo Horizonte e região metropolitana, preço médio da gasolina subiu 31,21% de janeiro até agosto de 2021. O preço médio que era R$4,649 subiu para R$6,100.

O valor mínimo encontrado é de R$ 5,89, com variações de mais de 10% entre estabelecimentos. Segundo o economista Feliciano Abreu, do Mercado Mineiro, a tendência é que o preço da gasolina continue subindo. Pelo jeito, os motoristas terão que ficar de olho no bolso — e na bomba — na hora de encher o tanque.

No caso do Etanol, o menor preço encontrado entre os postos pesquisados foi de R$4,299, e o maior de R$4,899, com uma variação de 13,96%. Na comparação realizada entre os preços médio no dia 7 de julho de 2021, foi apontando que o preço médio do etanol subiu 6% (R$0.26), sendo que o valor médio era de R$4,240 e passou a ser de R$4,576.

A pesquisa mostra que o etanol não é viável para o bolso do consumidor quando comparamos os preços médios, correspondendo a 75% do preço médio da gasolina comum.

Diesel 

De acordo com o Mercado Mineiro, o preço médio do litro do Diesel aumentou 1,62% julho a agosto, o preço que era R$4,69 subiu para R$4,707. O preço médio do Diesel s10 subiu 22%(R$0,86) de janeiro a agosto de 2021. O preço médio que era R$3,846 foi para R$4,707. O menor preço do litro do Diesel é de R$4,497 e o maior R$5,099, uma variação de 13,39%. 


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais