Economia

  1. Notícias
  2. Economia
  3. PIB da indústria mineira chega a 10,15% em 2021, aponta Fiemg
Imagem: Fiemg / Divulgação

PIB da indústria mineira chega a 10,15% em 2021, aponta Fiemg

Números foram divulgados nesta terça-feira (21) pela FIEMG, e puxam economia em face à pandemia da Covid-19


Por Victor Duarte

A indústria mineira deve crescer 10,15%, em 2021. Dado integra balanço divulgado nesta terça-feira (21) pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), e traz um resultado positivo para o setor, apesar dos impactos da pandemia da Covid-19.

Segundo a FIEMG, o desempenho favorável da indústria é decisivo para que o PIB do Brasil alcance crescimento de 4,27% ao final de 2021. Os bons números do setor impulsionam ainda mais a economia mineira, que deve fechar o ano com alta no PIB de 5,97%.

Entre os destaques estão a indústria extrativa mineral, que deverá registrar crescimento de 2,68% em nível nacional e de 16,08% no âmbito estadual; e a indústria de transformação, que deve fechar o ano com avanço de 3,61% no país e de 11,81% em Minas. Ambos os setores são seguidos pela indústria da construção, com crescimento nacional de 6,86% e estadual de 9,04%.

 As projeções da FIEMG são baseadas em dados apurados até o terceiro semestre de 2021 e na análise de fatores que os influenciaram. Entre março de 2020 e setembro deste ano, por exemplo, o país registrou avanço no PIB de 5,7%, puxado especialmente pelo desempenho 6,5% maior da indústria. No mesmo período, o PIB mineiro cresceu 6,9%, estimulado pela expansão da atividade industrial no estado em 12,7%.

Para o economista Izak Carlos Silva, da FIEMG, “a indústria contribuiu significativamente para o desempenho da economia do estado, puxando a recuperação econômica ao longo da pandemia de Covid-19”.

Números para 2022

O levantamento estima também o comportamento da economia em 2022. O PIB nacional deve assinalar aumento de 0,31%, contra os 4,27% previstos para este ano. Já no estado, o crescimento do PIB vislumbrado é de 1,42%, em contraposição com os 5,97% de agora. Em ambos os cenários, nacional e estadual, o desempenho da atividade industrial esperado, de 1,08% e 2,50%, respectivamente, será decisivo para impulsionar os resultados.

Minas na ponta

Em se tratando da produção industrial, a FIEMG apurou que, no acumulado deste ano até outubro, o resultado de Minas Gerais (12%) fica atrás apenas do estado de Santa Catarina (13,8%). No entanto, levando em conta o período entre fevereiro de 2020 e outubro de 2021, a produção industrial mineira (3,8%) registra o melhor desempenho do Brasil (- 4,1%), seguida dos estados do Paraná (2,2%) e Rio de Janeiro (1,6%).

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais