Carregando...

Economia

Triângulo Mineiro: parte Norte vai para onda vermelha e parte Sul para a verde

Em cidades como Uberlândia e Araguari, somente serviços essenciais poderão funcionar; já Uberaba e Ibiá, foram para última etapa da flexibilização

Por Fernando Motta

O Governo de Minas divulgou nesta quinta-feira (10) as atualizações do programa Minas Consicente. As principais novidades ficaram por conta do Triângulo Mineiro, com situações discrepantes entre as macrorregiões Norte e Sul.

Cidades como Uberlândia e Araguari, que estão no Triângulo do Norte, irão a partir de sábado (12) para a onda vermelha do programa, na qual somente serviços essenciais poderão funcionar.

Já a região Triângulo do Sul, com cidades como Uberaba e Ibiá, vai para a onda verde, a etapa mais avançada de flexibilização.

Confira as ondas por região:

Onda Verde: Norte e Triângulo do Sul - Total: 113 municípios

Onda Amarela: Região Centro, Jequitinhonha, Vale do Aço, Sul, Oeste, Centro-Sul, Leste do Sul, Leste e Sudeste - Total: 623 municípios

Onda Vermelha: Nordeste, Noroeste e Triângulo do Norte - Total: 117 municípios

Parques e atividades culturais na onda amarela

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (3), o secretário Adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, também anunciou que atividades culturais e parques estaduais ganharão protocolos específicos para reabertura na onda amarela do Minas Consciente. Museus, galerias, bibliotecas, parques e unidades de conservação deverão seguir a lógica modular, como a que foi implementada para academias de ginástica.

A decisão foi tomada na última terça-feira (8) pelo Grupo Executivo do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coes Covid-19), que avaliou as demandas dos setores e a possibilidade de adaptação sanitária dos equipamentos culturais e naturais do Estado.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais