Educação

  1. Notícias
  2. Educação
  3. Professores da rede estadual de Minas aprovam estado de greve
Imagem: Prefeitura de Belo Horizonte / Divulgação

Professores da rede estadual de Minas aprovam estado de greve

Os educadores cobram o pagamento do piso salarial profissional nacional por parte do Governo de Minas


Por João Henrique do Vale

Os professores da rede estadual de Minas Gerais aprovaram o estado de greve. A categoria pretende parar as atividades em 8 de março para uma nova assembleia. Os educadores cobram o pagamento do Piso Salarial, o que, segundo eles, não é pago no estado mineiro.  

De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), o piso salarial foi reajustado em 2022 e está em R$ 3.845,63, mas, o Governo Mineiro paga às professoras e professores da rede estadual R$ 2.135,64.

Além disso, a categoria também afirma que irão cobrar posicionamentos de deputados estaduais sobre o Regime de Recuperação Fiscal. O projeto que autoriza Minas a aderir ao regime está parado na Assembleia Legislativa. Os professores são contra a adesão. 

 O estado de greve foi aprovado em assembleia nessa terça-feira. Foi decidido que em 8 de março os professores vão paralisar as atividades para uma novo encontro onde serão definidos os rumos do movimento. Em 16 de março, também irão participar do Dia Nacional de Paralisação

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais