Internacional

  1. Notícias
  2. Internacional
  3. Crise na Ucrânia: Secretário de Estado dos EUA encontra chanceler russo
Imagem: Secblinken / Instagram / Reprodução

Crise na Ucrânia: Secretário de Estado dos EUA encontra chanceler russo

Washington não descarta impor sanções à Rússia, caso invasão ao país vizinho aconteça


Por Agência Estado

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, alertou, nesta sexta-feira (21), que a crise geopolítica envolvendo a Ucrânia está em um "momento crítico", antes de iniciar reunião com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, em meio a crescentes preocupações de que a Europa possa ser novamente assolada pela guerra.

Blinken e Lavrov buscaram reduzir as expectativas antes do encontro em Genebra, na Suíça, cada um dizendo à sua maneira que as negociações eram apenas um passo.

Com 100 mil soldados russos reunidos perto da fronteira ucraniana, muitos temem que Moscou esteja se preparando para invadir o país vizinho - e os EUA e aliados tentam apresentar uma frente unida para evitar isso ou coordenar uma resposta se não puderem.

"Não esperamos resolver nossas diferenças aqui hoje. Mas espero que possamos testar se o caminho da diplomacia ou do diálogo permanece aberto", disse Blinken a Lavrov. "Este é um momento crítico".

O chanceler russo, por sua vez, disse que "também não espera um avanço nessas negociações. O que esperamos são respostas concretas às nossas propostas concretas”. 

Moscou exigiu concessões da Otan sobre o relacionamento da aliança ocidental com a Ucrânia, uma ex-república soviética.

Washington e seus aliados prometeram repetidamente consequências "graves", como sanções econômicas - embora não ações militares -, contra a Rússia se uma invasão acontecer.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais